Diferenças entre Iogurte e Leite de Kefir

Diferenças entre Iogurte e Leite Fermentado de Kefir

Muitas pessoas acreditam que o Iogurte Natural e o Leite Fermentado de Kefir de Leite (até chamado de “Iogurte de Kefir”) são apenas produtos lácteos similares por apresentarem textura semelhante.

Tanto o Leite de Kefir e Iogurte resultam da fermentação realizada pela ação de culturas de microrganismos vivos conhecidas como Starter ou Cultura Inicial, que se multiplicam e transformam o açúcar do leite (lactose) em ácido láctico, provocando uma coagulação nas proteínas, tornando-o mais consistente, mas existem várias diferenças. Vamos entender mais sobre elas!

TIPOS DE CULTURAS INICIAIS (Starters)

Leite Fermentado de Kefir
Característica: Mesofílico ->  Cultivado à temperatura ambiente.

Iogurte Natural / Comercial
Exitem dois tipos de iniciadores de iogurte: Mesofílico ->  Cultivado à temperatura ambiente. e Termofílico (Amantes do calor) -> Preparado em estufas que mantém temperaturas em torno de 43ºC.

MEIO DE PROPAGAÇÃO / CULTIVO

Leite Fermentado de Kefir

O Leite de Kefir é cultivado com Grãos de Kefir de Leite – massa gelatinosa, como grãos agrupados – que abrigam vários tipos de bactérias e leveduras, permitindo lotes contínuos de leite fermentado, com trocas diárias de leite fresco, em geral, a cada 24 horas.

Saiba mais: Como fazer seu Kefir de Leite In Natura, Fresco

Iogurte
Existem três tipos: 1) A partir de iogurte natural: Adicione ao leite fresco em temperatura ideal e as bactérias se reproduzam. Quando o novo lote estiver  fermentado, você pode consumir e ele se tornará o iniciador do próximo lote e assim por diante. Essas culturas geralmente necessitam de iogurte novo 1x por semana. 2) Adquirido em Pó, Desidratado, no Brasil chamado de Iogurtes Infinitos. (Bulgaricus, Filmjölk, Caspian/Matsoni). A cultura é hidratada com leite por algumas vezes e logo está ativa, gerando novos e infinitos lotes de iogurte, cada um com sua características específicas de sabor, consistência e tipos de cepas bacterianas. 3) Adquirido em Pó, Liofilizado. Também é hidratado em leite, mas gera iogurte apenas por um lote, necessitando geralmente de Iogurteiras Próprias, já que as culturas são Termofílicas e requerem temperaturas acima de 30 graus centígrados para ficarem ativas.

Saiba mais: Como escolher o Iogurte Infinito ideal pra você

TIPOS DE BACTÉRIAS PRESENTES / AÇÃO NO ORGANISMO

Leite Fermentado de Kefir

A microbiota presente no Kefir de Leite é capaz de colonizar / habitar o nosso intestino, por conter uma gama específica de bactérias e leveduras que atuam substituindo as bactérias benéficas enfraquecidas, geralmente por remédios ou doenças, por outras saudáveis. Dessa maneira, elas combatem as bactérias prejudiciais ao organismo.

Saiba mais: Quais as Bactérias e Leveduras presentes nos Grãos de Kefir de Leite

Iogurte
Já o iogurte é resultado de uma cultura inicial de um único tipo, geralmente em forma de pó e composta por bactérias que são resistentes à acidez do estômago – transpondo-o com facilidade –, que atuam protegendo e nutrindo as que são benéficas para nossa microbiota. No entanto, por não reconhecerem o intestino como seu habitat natural, essas bactérias são transientes (transitórias), ou seja, não permanecem muito tempo no organismo.

VALOR NUTRICIONAL

Leite Fermentado de Kefir

O Kefir apresenta concentração maior das vitaminas B1, B2, B5, B6 e C, mais as vitaminas A e K. O fósforo – um mineral importante para a absorção de carboidratos, gorduras e proteínas – também existe em abundância. Potássio, cálcio e magnésio são reforçados pela presença do zinco, cobre, ferro e manganês. O kefir oferece ainda uma variedade de aminoácidos, necessários para processos como o de cicatrização e de homeostase – condição de relativa estabilidade, necessária para que o organismo realize suas funções adequadamente. Treonina, serina, alanina, lisina e amônia são encontrados em níveis mais altos do que os do leite, mas apresenta também outros, tais como valina, isoleucina, metionina, fenilanina e, um dos mais importantes, o triptofano, fundamental para o sistema nervoso

Iogurte

O iogurte, por outro lado, possui praticamente todas vitaminas do complexo B e as vitaminas D e E em maiores proporções do que as encontradas no kefir. No iogurte encontramos também minerais como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, sódio e iodo.

SABOR E CONSISTÊNCIA

Leite Fermentado de Kefir

Geralmente apresenta sabor mais ácido que o iogurte. No entanto, essa acidez é facilmente controladas pelo tempo de fermentação do Kefir. Alguns descrevem o sabor também como algo entre leite talhado e iogurte Outra característica é que enquanto o iogurte é geralmente consumido com colher, o leite de kefir é como uma bebida láctea cultivada.

Iogurte
Tem um sabor familiar para a maioria das pessoas, sendo mais espesso que o leite de kefir e geralmente com sabor mais leve, controlado pela adição de outros ingredientes, aromas, espessantes ou mesmo com cepas controladas de lactobacilos e fermentos lácteos.

QUANTIDADE DE PROBIÓTICOS

Leite Fermentado de Kefir

Por ser fermentado por mais tempo que o iogurte, o Kefir possui superior quantidade e variedade de bactérias, sendo naturalmente mais rico em probióticos, oferecendo potencial de colonizar a nossa flora intestinal.

Iogurte

Mesmo em menor quantidade e de característica transiente, as bactérias do iogurte possuem como capacidade probiótica lançar ao meio seus produtos de metabolismo, principalmente ácidos orgânicos como láctico e acético, além de outras substâncias, protegendo e nutrindo as bactérias benéficas que habitam a microbiota.

VERSATILIDADE
Tanto o iogurte quanto o leite de kefir podem ficar consistentes ao drenar o soro do produto acabado. A drenagem resulta em um produto grosso, comumente conhecido como “Iogurte Grego”. Tempos de drenagem mais longos podem criar até Queijos Macios. Além disso, ambos são versáteis e podem ser usados ​​em muitas receitas.

Afinal, qual é o melhor: Iogurte ou Leite Fermentado de Kefir?

Diferenças entre Iogurte e Leite Fermentado de Kefir

Com tantas características distintas, porém recheadas de benefícios para o organismo, é possível concluir que a adição dos dois produtos à alimentação diária é uma ótima opção. Eles são ainda uma alternativa para quem tem intolerância à lactose, pois o seu teor é reduzido como resultado da fermentação.

A combinação dos dois possibilita desde repovoar e fixar a flora intestinal e vaginal destruída por antibióticos ou doenças, a auxiliar na digestão, prevenir e tratar diarreias, aliviar sintomas da síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e colite ulcerativa, reduzir a ocorrência de infecções vaginais, uretrais e da bexiga causadas por leveduras patogênicas. Em especial o Kefir possui ação de combate ao fungo Candida albicans, responsável pela Candidíase.

Além disso, ambos facilitam a síntese de ácidos graxos de cadeia curta e de vitaminas, ou o aumento da absorção de minerais, redução dos níveis de colesterol, alergias, asma, reações da pele como eczemas, além de ativarem o sistema imune, combaterem radicais livres e prevenindo tipos de tumores, como o câncer de cólon. O Kefir é também antibacteriano e anti-inflamatório e atua também contra a formação de outros diferentes tipos de tumores.

QUAL O PRÓXIMO PASSO?

Escolha a cultura ideal para o seu estilo de vida e entre em contato caso queira adquirir seu iniciador de Iogurte Infinito (Bulgaricus, Filmjölk, Caspian/Matsoni) ou Kefir de Leite. Qualquer dúvida, estamos aqui para ajudar!

Artigos Relacionados